Manuel Serrão

Nº de Artigos: 421
Jornais: Jornal de Notícias

11. Táxis e têxteis, a mesma luta

A história nunca se repete? Repete, repete... e neste caso dos táxis e dos têxteis, é sempre a mesma estória. A mesma luta. Ao longo das últimas décadas (e não digo séculos, para não falar do que não vi...) tem existido uma luta constante entre as mudanças que a inovação exige e as revoluções que a concorrência desleal impõe.

Escrito por Manuel Serrão | Qua, 12 Out 2016
12. Vassallo, desculpe maçá-lo...

Provador no corpo e na alma dos males do centralismo, hoje acordei uma espécie de provedor de centralistas. Tudo por causa dessa lufada de ar fresco lisboeta chamada Nuno Vassallo e Silva, que a partir daqui tratarei carinhosamente apenas por Vassallo, assim mesmo com dois ss e dois ll, que eu também sou Serrão com dois rr e sei a falta que faz a dupla consoante. Serão... minudências da língua portuguesa, mas não temos outra.

Escrito por Manuel Serrão | Qua, 5 Out 2016
13. Simplesmente Mariana

Caros leitores, espero que hoje estejam preparados para algo insólito. Hoje sou eu que vou morder o cão, em sentido figurado, claro está. Passei mais de uma semana a ler comentários críticos e depreciativos sobre o comportamento da deputada do Bloco de Esquerda Mariana Mortágua. Por causa de um novo imposto supostamente sobre os ricos e a riqueza acumulada, não faltaram políticos, escribas, politólogos e muito mais gente ainda, a vir dizer que a Mariana meteu a pata, salvo seja, na poça, que a Mortágua meteu água e isso pode ser a "morte" dela. Também foi possível ler que esta política do Bloco de Esquerda que nasceu para o estrelato no inquérito parlamentar ao BES, afinal revelou agora que ainda era muito verde, acusação que a deve ter deixado vermelha de corada e que não estava devidamente preparada para abordar em público temas desta natureza.

Escrito por Manuel Serrão | Qua, 28 Set 2016
14. O Porto da moda

Todos os caminhos vão dar ao Porto. Que se transformou de cidade na moda num autêntico porto da moda, onde atracam compradores de todas as partes do Mundo. Nos tempos do Império Romano, todos os caminhos iam dar a Roma. Foi esta a formulação que vingou nos séculos seguintes, mas depois do Século das Luzes e depois do advento da importância das lojas, também se foi instalando a convicção no Mundo do comércio e da moda que, falando de compras, todos os caminhos iam dar a Paris.

Escrito por Manuel Serrão | Qua, 21 Set 2016
15. Homens falidos, mulheres faladas

Não penso que uma das realidades seja necessariamente consequência da outra, mas que a situação está a evoluir para esta realidade parece-me inquestionável. Ou seja, não será certamente por estarem a dar muito nas vistas mais homens falidos que as mulheres passaram a ser mais faladas. O inverso também não é demonstrável, o que quer dizer que também não é por existirem agora mulheres cada vez mais faladas que os homens começaram a falir como tordos.

Escrito por Manuel Serrão | Qua, 14 Set 2016
16. Há males que vêm por bem

As redes sociais, em termos pessoais, partem de um princípio que não me interessa, mas a última novidade que está aí a rebentar pode ser uma solução interessante para um problema crescente. O snapchat, em Portugal, ainda é visto como coisa de crianças, inocente, que capta o momento apenas e só durante 24 horas. Aparentemente, guardar um sorriso ou um desastre, uma asneira ou uma notícia somente durante um dia pode parecer muito para uma criança, que até pode querer que os pais não vejam, mas ainda parece muito pouco para um adulto que quer promover um negócio. Parece... que no imenso Brasil, também se pensava assim... há 4 anos.

Escrito por Manuel Serrão | Qua, 7 Set 2016
17. O day after de Cristiano

Há vida para além da glória? O ano de 2016 ainda vai quase a meio e já será de certeza um ano inolvidável para Cristiano Ronaldo. Em Milão venceu com o Real Madrid a Liga dos Campeões. Mas essa vitória nem sequer é a primeira e como ele, a vencer a Liga dos Campeões, portugueses, já temos vários e "dragões" mais de 20. Em Paris com Portugal sagrou-se campeão europeu, o que apesar de aqui ser novidade para o nosso 7, também é uma medalha que já centenas de outros atletas têm e só portugueses, podem gabar-se desse título, mais de 20. Acontece que estes dois títulos europeus, de clubes e seleção, foram conquistados no mesmo ano de 2016, o que já se trata de uma "dobradinha" especial de que muito poucos se poderão orgulhar. Mesmo assim, poucos ainda é plural, pelo que não foram só estas vitórias que tornaram o ano de 2016 o "special year" de Cristiano Ronaldo.

Escrito por Manuel Serrão | Qua, 31 Ago 2016
18. O mérito por decreto

Quis o destino, mas depois sobretudo a minha vontade, que todos os colaboradores que escolhi ao longo de 24 anos de vida empresarial e associativa sejam colaboradoras, ou seja, mulheres. No meu escritório só existem mulheres (descontando a minha própria existência) e quase um quarto de século depois, não estou minimamente arrependido disso.

Escrito por Manuel Serrão | Qua, 24 Ago 2016
19. No calor da noite

Usando as mesmas palavras podemos construir frases com significados diametralmente opostos. Vivendo nos mesmos contextos podemos construir realidades profissionais absolutamente diferentes. Partilhando a mesma herança genética podemos construir vidas totalmente distintas.

Escrito por Manuel Serrão | Qua, 17 Ago 2016
20. E os 100 milhões?

Apesar de este ano, por muitas e variadas razoes, ela não ter tido uma abertura oficial, a silly season já está aí em força, como é costume, em cada verão que passa.

Escrito por Manuel Serrão | Qua, 10 Ago 2016
more

Pessoas

Passos Coelho (44)
Cavaco (39)
presidente da República (34)
F. C (28)
Sócrates (28)

Locais

Portugal (184)
Porto (133)
Lisboa (87)
Europa (53)
Norte (35)

Organizações

Governo (110)
PSD (70)
PS (60)
Estado (57)
Portugal (56)