Manuel Tavares

No. of Articles: 200
Newspapers: Jornal de Notícias

1. Há solução: redistribuir a riqueza

O BES viveu no centro de um vulcão bolsista que a dimensão de Portugal e do seu mercado bancário não justificariam em tempos de normalidade. Mas é de dias incertos que vivemos, nós, a Europa e, feitas as contas, todo o mundo capitalista. Eis o que, em boa medida, explica que um problema com um banco português fosse suscetível de ser considerado tão contagioso e logo para tantos mercados bolsistas. Outra parte da explicação residirá na ainda fresca libertação do jugo da troika, conseguida há apenas cerca de um mês.

Written by Manuel Tavares 12 Jul, 2014
2. A saúde de ferro deste Mundial

Este Campeonato do Mundo de futebol é o primeiro sujeito à exigência científica de existirem paragens destinadas a combater a desidratação dos atletas pela ingestão de líquidos. É todo um programa que temos pela frente a caminho de um paradigma ainda mais elevado da alta competição. Sim, o futebol poderá guardar o sortilégio social de promover a estrela o puto com ranho no nariz nascido num qualquer subúrbio de uma qualquer metrópole de um país de muito ricos e muito pobres, mas está condenado à globalização da ciência. Por isso, mais tarde ou cedo, é provável que vejamos a seleção dos EUA campeã, uma vez que aprendeu a correr em função da natureza deste jogo, sem lhe pesar sobre os ombros qualquer herança de medos e tabus históricos e, como é apanágio da nação, com mais este domínio desportivo sujeito aos protocolos e métodos científicos estabelecidos para a formação de grupos de elite saudáveis, física e mentalmente.

Written by Manuel Tavares 04 Jul, 2014
3. A boa data das eleições antecipadas

A situação económica, social e política face à conclusão do programa da troika e ao acordo de parceria com a União Europeia para os fundos estruturais a distribuir até 2020 vale bem uma reunião do Conselho de Estado. Esses fundos terão de ser criteriosamente aplicados, sob pena da economia real não conseguir reanimar o suficiente para criar emprego e destapar cuidadosamente a panela de pressão social, e a natureza deste objetivo não se compadece com a mercearia da caça ao voto que estará de portas abertas ao longo do próximo ano.

Written by Manuel Tavares 28 Jun, 2014
4. 3 perguntas para Costa e Seguro

A disputa pela liderança do PS está transformada na eleição de um candidato socialista a primeiro-ministro e este quadro é tão dominante que toma de assalto o perfil de António Costa e António José Seguro para responder à magna questão de perceber qual atrairá mais votantes em cotejo com Passos Coelho nas eleições legislativas do próximo ano. Já aqui expus a ideia de que os partidos deveriam servir para um pouco mais do que descobrir talentos para a função de liderar governos e mesmo que os tempos sejam dados aos pragmatismos de quem não tendo cão caça com gato, gostaria de insistir em questões de política e ideologia sobre as quais me parece que a sociedade civil ganharia em ser elucidada e melhor poder escolher. São questões em relação às quais ganharíamos todos, e não só os socialistas, em conhecer o pensamento e o modo de o praticar de Costa e Seguro. Porque, afinal, todas elas dizem respeito ao reforço da democracia, sem o qual não conseguiremos o suficiente consenso para a mobilização de pessoas e recursos atinentes a uma vida nova, mas que não seja uma vida em que tenhamos de aceitar novas limitações ao exercício dos direitos humanos e novas reduções do poder de governos eleitos livre e pacificamente.

Written by Manuel Tavares 26 Jun, 2014
5. Estranho pedido de Passos

A ideia de que temos um tribunal que não deixa o país ser judiciosamente governado convive com o pior dos sentimentos que se podem desenvolver a partir das leis, das suas interpretações e das circunstâncias em que surgem e são aplicadas: a desconfiança. É também uma ideia assente num pressuposto lastimável: a de que os factos se podem impor por si mesmos e lograr opções indeclináveis por razões de Estado, que não podem ser aceites politicamente sem colocar em xeque o regime constitucional.

Written by Manuel Tavares 20 Jun, 2014
6. Manda Bruxelas. Mesmo!

O dia de ontem foi paradigmático do que são as reais relações de poder entre as autoridades da União e as nacionais no atual quadro político da Zona Euro. Apesar de todas as constatações filosóficas e políticas sobre o défice democrático de que sofre a relação entre o Parlamento, a Comissão e o conselho de chefes de Estado, ou entre o centro e a periferia ou ainda entre o Norte e o Sul, o real poder da Europa que temos pode ser medido com grande exatidão pelas próprias palavras trocadas entre políticos eleitos e eurocratas. No caso de ontem, trata-se das palavras educadas e rigorosas, em tom de falinhas mansas, com as quais o presidente do Eurogrupo respondeu à decisão do Governo português em protelar o recebimento da última tranche do programa de assistência financeira gerido pela troika (Banco Central Europeu, Comissão Europeia e Fundo Monetário Internacional).

Written by Manuel Tavares 13 Jun, 2014
7. Com Costa não há pacto de Cavaco

A insistência com que o presidente da República tem convidado os partidos do chamado arco da governação a entenderem-se segundo os objetivos de uma plataforma de médio e longo prazo começou por ser atribuída mais à propensão de Cavaco Silva para uma leitura económica e de algum modo despolitizada da situação em Portugal. Por isso mesmo, essas tentativas foram sendo goradas em função das sucessivas crispações das forças sociais e políticas, sejam as do antissocratismo que terminou com a queda do Governo socialista, sejam as do antitroikismo que se batem agora pelo derrube da aliança PSD/CDS contestando os sucessivos aumentos de impostos e de cortes em salários, pensões e funções sociais do Estado, sejam ainda as nascidas de episódios turbulentos no interior do próprio Governo, como foram as demissões de Vítor Gaspar e Paulo Portas, ou ainda as que não param de se agravar entre o Governo e o Tribunal Constitucional.

Written by Manuel Tavares 11 Jun, 2014
8. O PS refém do primeiro-ministro?

À primeira vista, as primárias pelas quais trinam boa parte dos socialistas podem parecer desenhar um passo gigantesco no sentido de aproximar o PS dos cidadãos e dos eleitores em particular. Porém, o preço a pagar por esse passo pode ser o de cair no vazio de ideias e de militância, ou seja, de uma parte genuína e boa do património da cidadania envolvida com a política em representação dos partidos. Destas primárias do PS pode sair um grande primeiro-ministro, mas não é certo que saia um partido engrandecido, simplesmente porque não se percebe como Costa e Seguro garantem alternativas para além daquele ponto de discordância em que cada um acha que pode ser melhor primeiro-ministro que o outro.

Written by Manuel Tavares 07 Jun, 2014
9. O PS na crise do socialismo europeu

A ideia de que o PS poderia ter ganho as eleições esmagando a aliança da Direita não resiste à geografia da crise do socialismo europeu, claramente expressa no mapa de resultados da União Europeia. Afinal, só terá existido uma vitória de projeção eleitoral e significado político verdadeiramente superior à dos socialistas portugueses. E essa, a dos italianos, aconteceu por, estando no poder, terem sabido usar a crise e a austeridade para empreender uma reforma do Estado mais amiga do cidadão do que propriamente alinhada com os padrões clássicos do modelo do socialismo europeu.

Written by Manuel Tavares 31 May, 2014
10. Aquilo que só depende de nós

A cidadania é coisa complexa. Pode até ser um estado de alma puro. Mas também pode ser uma necessidade primária. Em todas as circunstâncias, de uma luxuosa alma democrática até à pobreza de quem não alimenta suficientemente o estômago para poder ter alma, há sempre uma parte da cidadania que só depende de nós.

Written by Manuel Tavares 24 May, 2014
more

People

presidente da República (28)
Passos Coelho (21)
ministro das Finanças (21)
Cavaco Silva (18)
António José Seguro (17)

Locations

Portugal (41)
Europa (39)
Porto (23)
Lisboa (18)
Norte (12)

Organizations

Governo (76)
Estado (73)
PS (47)
JN (37)
PSD (33)