David Pontes

No. of Articles: 109
Newspapers: Jornal de Notícias

11. Uma voz contra o medo

"O perigo anda a rondar", queixou-se, por estes dias, um dos moradores de uma das povoações onde a GNR prossegue as buscas pelo homem que é suspeito de ter morto duas pessoas e ferido outras duas gravemente, em Aguiar da Beira. Já "habituadas aos lobos e aos javalis", as pessoas de Arouca, primeiro, e as de Vila Real, agora, têm um novo vulto a temer, na figura de um homem que parece não hesitar em disparar para poder fugir.

Written by David Pontes 21 Oct, 2016
12. Dos brandos costumes

O Bojador do Orçamento do Estado para 2017 deve ter sido ultrapassado ontem quando, ainda o documento não estava aprovado, as perguntas feitas ao primeiro-ministro deixaram de ser sobre uma qualquer posição de um dos partidos da aliança de Esquerda, para serem sobre a negociação com a Europa.

Written by David Pontes 14 Oct, 2016
13. Um novo 5 de outubro

Como se já não faltassem motivos para celebrar o 5 de outubro, anteontem ganhámos mais um, com a votação decisiva para a nomeação de António Guterres como secretário-geral da ONU. Bem pode ele falar de "humildade e gratidão", que nós responderemos com "orgulho e patriotismo" porque, de facto, não é normal que um país tenha, em tão curto espaço de tempo, dois cidadãos seus à frente da Comissão Europeia e da ONU, os cargos mais elevados da política europeia e da diplomacia mundial. Se isto não é motivo de celebração, não há campeonato europeu de futebol que o seja.

Written by David Pontes 07 Oct, 2016
14. Mirai os Miró

Conhecem o triângulo formado por Barcelona, Palma de Maiorca e Porto? Não? É uma espécie de Triângulo das Bermudas onde desaparece o bom senso e a noção das proporções. Mas há uma boa razão para não o conhecerem, é que ainda lhe falta um vértice, o Porto, mas está prometido para breve.

Written by David Pontes 30 Sep, 2016
15. A linha vermelha

Há uma linha vermelha que os políticos não devem ultrapassar. É a linha a partir da qual eles estão a fazer de nós parvos, mas nós estamos a perceber. Um político inteligente percebe que este é o limite para a patranha. Mas nós vivemos tempos estranhos em que a relação, já não digo com a verdade, mas com a verosimilhança parece não importar aos atores da coisa pública. O que conta é a sensação, o sentimento. "Pode não ser verdade, mas é tão bem apanhado que nós vamos insistir um bocado para ver se pega".

Written by David Pontes 23 Sep, 2016
16. Um juiz pouco inocente

O juiz Carlos Alexandre deu uma entrevista. Atentemos à palavra "juiz" em conjugação com "deu uma entrevista". Aqui está uma coisa digna de registo, já que não é muito vulgar juízes darem entrevistas. Atores de novelas, políticos, artistas, sim, já juízes nem por isso. E há razões para isso.

Written by David Pontes 16 Sep, 2016
17. Há qualquer coisa no ar

Lembro-me sempre da imagem de uma senhora que se apressava a tossir muito incomodada à passagem de um fumador. Vivíamos nos primeiros tempos do antitabagismo e aquela contração espasmódica era só o prenúncio do que havia de vir até chegarmos às imagens pungentes de um moribundo impressas no maço de tabaco com a legenda "Deixe de fumar já - pense em quem gosta de si".

Written by David Pontes 13 Sep, 2016
18. O muro da estupidez

Quatro metros de altura, um quilómetro de comprimento e uma imensidão de estupidez. Estas podiam ser as medidas do novo muro que os ingleses vão pagar para os franceses construírem junto ao porto de Calais, que possui uma comunidade permanente de refugiados a tentar penetrar no Reino Unido através daquele ponto.

Written by David Pontes 09 Sep, 2016
19. A morte da ″silly season″

Coincidindo o fim das férias com o final de mês de agosto e o regresso à escrita com o primeiro dia de setembro, achei que estava em perfeitas condições de, num ano de intensa atividade, poder decretar o fim da "silly season" [a estação pateta], que ciclicamente ataca a atividade pública e noticiosa em período estival.

Written by David Pontes 02 Sep, 2016
20. Cresçam, por favor

Os anos de profissão, aliados à capacidade de prever os ciclos informativos ou mesmo, simplesmente, o bom senso, permitem dizer que quem já viu este filme sabe como ele acaba e o extraordinário seria que, desta vez, as coisas se passassem de forma diferente. Este é o texto cansado de quem já viu muitas vezes as chamas do debate público sobre incêndios erguerem-se para, em poucos meses, se reduzirem ao silêncio das cinzas.

Written by David Pontes 12 Aug, 2016
more

People

António Costa (21)
presidente da República (12)
Cavaco Silva (10)
primeiro-ministro (10)
Passos Coelho (9)

Locations

Portugal (21)
Europa (17)
Porto (12)
Lisboa (12)
Grécia (8)

Organizations

Governo (40)
Estado (18)
PS (18)
PSD (14)
PCP (11)